aprendendo a ler, de novo

Como alguns de vocês sabem, estamos tentando aprender hindi por aqui. A estranhesa da língua é equivalente ao japonês, chinês, russo, enfim… idiomas com os quais não tenho a menor familiaridade. Mas como podemos nos virar bem usando o inglês (em Delhi, a maioria fala o básico), o aprendizado acaba ficando meio lento e o uso se restringe a algumas palavras enfiadas no meio de frases, tipo “price kia hai?” (qual o preço?), ou sentenças chaves como “me bevekuv nahi hoon!” (eu não sou idiota!) – essa fundamental para não ser enganado na hora de fazer algum pagamento. Além do mundialmente famoso “namastê” ou “namaskar”.

O mais divertido nas aulas, contudo, é aprender a ler em hindi. Uma segunda alfabetização, sem dúvida. O sentimento de, pela segunda vez, descobrir que som tem cada símbolo e depois começar a formar palavras com eles, é bárbaro. Esquecemos como é ter que realmente “pensar” para ler e para escrever, pois tudo sai tão automático. E eis que me pego de novo  juntando c + a, para dar “ca”, e depois sacar que “casa” começa com “ca”, do mesmo jeito que “ca”valo, e por aí vai.

Na primeira aula me senti totalmente impotente. Eu olhava para aqueles desenhos e eles não me diziam nada. Para reproduzi-los, outra dificuldade, saíram garranchos, traços feiosos e bem longe do modelo a seguir. Mas aos poucos está melhorando, já decorei alguns caracteres e fico caçando eles pelas ruas, tentando decifrar esse novo código.  A maior alegria foi conseguir encontrar o nome de uma cidade, na viagem que fizemos esse final de semana, numa placa escrita apenas em hindi. Fomos atrás dos sinais conhecidos e… pimba! Com duas letrinhas familiares, encontramos a dita cuja. Bahut achá (muito bom!)!

E assim me dei conta, pela segunda vez, de que aprender a ler dá uma sensação mágica, um estalo maravilhoso que nos possibilita fazer parte de um sistema; e quem sabe ser  – pelo menos um pouquinho – mais livre nesse mundo.

o alfabeto "chã", para "chamach" (colher).

o alfabeto "chã", para "chamach" (colher).

14 Comentários

Arquivado em relatos

14 Respostas para “aprendendo a ler, de novo

  1. Mari Delfini

    Puxa! Isso é sensacional!!!

  2. iuri

    Muito bom. Uma língua um mundo. Estudei árabe e tive essa sensação e também dando aula de literatura que precisa reapresentar e atualizar essa possibilidade de desdobramento do mundo que a leitura faculta.

  3. lu

    Demais Juuuuu!

  4. boa sorte!! vcs sao corajosos…

  5. bia rheingantz

    que belo relato Julia!

  6. blz ler e escrever novamente

  7. Clau

    Investigo incansavelmente o tal “estalo”. Algumas crianças dão pulinhos de emoção quando ele acontece. Lindo!

    Boa sorte nos seus estudos, Ju!
    Bj
    Clau

  8. Letícia

    Deu até vontade de aprender a língua!

  9. gilda

    vovô Alberto era um grande leitor e o maior incentivo que tive para aprender a ler e amar os livros.
    do seu apartamento na Av.Rui Barbosa, via-se um incrível anúncio luminoso no morro da praia de Botafogo, com uma laranja que ia pingando ao ser descascada.
    foi a primeira coisa que li, para ele.
    ( vovô não podia andar, mas alçava vôos extraordinários..)
    comparo a sensação à que Armstrong e Aldrin devem ter sentido ao pisar na Lua.
    é outra dimensão.. como ter asas !
    enjoy the ride !

  10. Marina

    uau!!! demais!
    nossa, parece impossivel ler estes desenhos…

  11. Silvia

    Muito bonito o seu relato. Como você mesma disse, esquecemos dessa nossa entrada no mundo (das palavras, não apenas) e anda ficamos maravilhados quando vemos acontecer na nossa frente ou conosco (!!!). Um beijo grande para você e Luís

  12. minha frase favorita e a que mais usava na India – “me bevekuv nahi hoon!”

    saudadess!

  13. shiva em gurgaon

    você que nos ensinou, mari! e é mesmo indispensável… beijos com saudades

  14. Tive essa sensação ao aprender um pouco de árabe. Se realfabetizar é redescobrir, re-experimentar. Uma delícia, mesmo.

    Sucesso, Julia!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s